quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Querer?


Tudo rápido, mecânico
Simultâneo e veloz
Decisões rápidas
Eis o tempo do relógio!


Assim vamos vivendo...
Engolindo a vida e a nós mesmos
Escolhas que não nos respeitam
O que você quer? O que eu quero?



Vivendo pelo relógio!
Morrendo pelo relógio!
E nos vemos em meio a isso
Incapazes, atônitos, confusos!


Eis a hecatombe de nossas vontades
E depois de tantas mortes e protestos
Ainda escravos, onde está a liberdade?
O que você quer? O que eu quero?

.
Nuwanda

Nenhum comentário: