terça-feira, 19 de agosto de 2008

Inércia


Tento andar e não consigo
Tenho sonhos e tenho medo
Oportunidades à minha porta
E hesitar é minha escolha...


Sempre é assim quando tememos
Um mar de mudanças evitamos
Por puro medo de viver
Deixamos de ser felizes em desencanto...



Assim os anos passam sem demora
E assim ficamos parados
Buscando desculpas para um medo vão
E covardes nos tornamos...


Então aqui estou eu
Parando, esperando, hesitando
Deixando o medo me vencer
Quando deveria estar voando...

.
Nuwanda

Nenhum comentário: