quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Futuro


Minha alma é só dor agora.
Nesse vislumbre de tudo que há por vir.
Nos intervalos de você...
Apenas o frio e a morte.

As lágrimas escorrem por dentro de mim.
E toda minha dor terminaria em seus olhos.
Mirar e desejar o azul infinito...
E choro novamente e novamente...

Perdido eu estou.
Embora saiba onde ir.
A solidão passa a ser meu caminho...

Futuro...?
Presente...?
Ilusões quando se está só...

...

Nuwanda. ( Aqui jaz o "poeta")