terça-feira, 16 de abril de 2013

Poseidon

Nesta vida o que realmente nos importa?
Quem pode dizer tudo que esta por vir?
Quantas tormentas há de se viver?
Será esta a calmaria entre a tempestade?...

Sobre nossas cabeças meu irmão!
Preparemos as velas para os ventos de furacão!
Então! Porque não dizer!? Deixa vir! Deixa vir!
Não fora assim durante toda nossa existência!?

Logo brevemente não estaremos nesses mares
Ancorados? Naufragados?...
Será que nos importará o desfecho?

Somos os capitães desta nau bravia!
Quantos não sonham em ser como nós?
Restando-os bradar oh capitão! Meu capitão! 

Nuwanda!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Renascer


Cada um possui seu momento
Um renascimento por assim dizer
Intenso em sua própria natureza!
Estranho, assustador, destruidor...

Arrebentar as possibilidades, expandir-se
Cada nervo, cada vértebra, todo corpo
Alma que grita por liberdade em um instante!
Desequilíbrio, desmaio, renascer...

Descaminho incompreendido
Ausência de sentimentos
Desmoronamento de si...

E neste necessário despertar
Quanto tempo leva para se perceber?
(...) Para mim este instante...

Nuwanda.