quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Idas e Vindas


Quantas vezes percorri este caminho?

Quantas idas e quantas vindas

Sempre o mesmo caminho

A mesma paisagem de pedra

Porém a cada percurso

Se modifica algo em mim...

As vezes o percorro angústiado

Tornando-o mais cinza do que ele é

As vezes o percorro enamorado

E como ele se torna mais vivo!

Mas no fim é sempre o mesmo

Caminho de pedra cinza e triste

Eis a mágica de ser humano

Imperfeito...

Mutante...

Amante...

Resignificador de si mesmo

Transliferador de coisas sem importância

Como este caminho...

Cheio de idas e vindas

No qual tanto ando...



Nuwanda




Nenhum comentário: