quinta-feira, 27 de julho de 2017

As vezes


As vezes é preciso dizer eu te amo,
Esquecer o que passou o que se foi.
As vezes é preciso olhar para si,
Perceber a metade que lhe falta.

As vezes é preciso acreditar,
Contra todas as possibilidades.
As vezes é preciso um abraço,
Ouvir o silêncio que o outro nos diz.

Muitos amores são paradoxais,
Antíteses de nós mesmos.
Vorazes! Enlouquecedores...

Pois não há vida sem amor.
Não há amor sem contradição.
No infinito do jardim das estrelas...

Raul...

Nenhum comentário: