sábado, 10 de outubro de 2009

Colo


Momentos são as portas para o inefável
Sentimentos tremendos sem descrição!
Como esse agora, essas areias do tempo...
Com você em meu colo e teu olhar de afeição...


Que palavras usar? Nesse segundo que logo findará?
Tenho um gigante em meus braços!
Sua força de viver é minha agora!
Já não sinto mais o peso de meus agouros...


Borboletas são flores que ganharam asas!
Já escreveu uma doce menina...
E você aqui comigo é o indescritível!


Felicidades! De sentir o teu puro amor!
Nas alturas! Ao som dos albatrozes!
Neste momento meu doce filho...



Nuwanda....

Nenhum comentário: