sábado, 25 de julho de 2009

Ítaca


Viver, mover-se, passar...
Como desejar esta longa jornada?
Quando não se têm a Ítaca desejada?
Cair, suportar, levantar?


Preciso desesperadamente de paixão!
Para cair, suportar e levantar!
Que venha de onde vier!
Que este fogo consuma tudo em mim!


Chegar perto demais? É se queimar?
Que seja! Ser devorado pelas chamas!
E desaparecer em meio as cinzas...


Viver no frio de nada sentir...
No limiar do morrer lentamente...
Para mim quero mais que meras palavras.


Nuwanda.

Nenhum comentário: